Fernando Turconi Cordella : Docentes | StudioClio - Instituto de Arte & Humanismo

Fernando Turconi Cordella

Maestro e cravista

Fernando Turconi Cordella iniciou seus estudos musicais em Carazinho, em 1992, no Instituto Carlos Gomes, com a professora Fabiane Tombini. Em 1997, deu seqüência aos seus estudos em Porto Alegre com a pianista Dirce Knijnik e, posteriormente, com Denise Frederico. Participou de masterclasses de piano com as pianistas Leilah Paiva, Loraine Ballen Tatto (Curitiba) e Eva-Marie Alexandre (Londres).

Recebeu o troféu de primeiro lugar no II Concurso de Piano Liamma Musi Art e também no I e no II Concurso de Piano professora Eugênia Stangler de Oliveira. Em 1999, recebeu o Troféu Expressão 1998, homenageado como destaque na categoria artes – música.

Seu interesse pela música barroca fez com que, a partir de 1998, se dedicasse à pesquisa de técnicas interpretativas deste estilo. Realizou cursos e especialização em cravo com Marcelo Fagerlande, Marcos Höller, Edmundo Hora e Nicolau de Figueiredo.

Em festivais de música, atuou sob direção de importantes nomes do cenário musical internacional, tais como Michaela Comberti (The English Concert, Trevor Pinnok), Manfred Kraemer (Le Concert des Nation, Jordi Saval) e Luiz Otávio Santos (La Petite Bande, Sigiswald Kuijken). 

Vem atuando com freqüência como cravista das principais orquestras do Rio Grande do Sul, como Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro, Orquestra SESI/Fundarte, Orquestra da UNISINOS, OSPA (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre), Orquestra Sinfônica da UCS e Orquestra de Câmara da ULBRA, sob regência de Alessandro Sangiorgi, Lavard Skou-Larsen, Antônio Carlos Borges Cunha, Fredi Gerling, Manfredo Schmiedt, Tiago Flores e Roberto Duarte, entre outros. Além disso, desenvolve atividades de direção musical instrumental e vocal, com grupos e orquestras de câmara barroca. 

Em 2004, foi ministrante do curso de cravo do I Festival de Música Antiga de Porto Alegre.

Fernando é um dos membros fundadores do Anima Barroca, grupo formado por músicos que têm como objetivo comum a prática da música com espírito de pesquisa e consciência histórica, utilizando instrumentos de época. O grupo tem experiência nacional e internacional na interpretação de músicas dos séculos XVII e XVIII.

<< Mais docentes
Nome