Ricardo Pavão : Docentes | StudioClio - Instituto de Arte & Humanismo

Ricardo Pavão

Músico violonista e compositor.
Atuou como professor de música e cursou graduação em Música – Violão na FUNDARTE-UERGS.
Para Teatro, compôs as trilhas dos seguintes espetáculos:
"O que os Olhos não Vêem...", espetáculo de teatro de rua, baseado em texto de Ruth Rocha, com direção Dedy Ricardo.
"KAKUMA" para teatro de bonecos, criação coletiva do grupo Atimonautas.
 
"A Fina Flor", com o BarraQuatro Grupo, dirigido por Júlia Rodrigues. 
 
“Descrição de uma imagem” de Heiner Muller, com o BarraQuatro Grupo, dirigido por Júlia Rodrigues; projeto vencedor do Concurso de Montagem Teatral para novos diretores, realizado pela Secretaria Municipal da Cultura e pelo Instituto Goethe de Porto Alegre.
 
“Ayê”, espetáculo de teatro de rua dirigido por Thiago Pirajira e Júlia Rodrigues, baseado na trajetória do Quilombo da Família Silva; projeto contemplado pelo II Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras, realizado pela Fundação Cultural Palmares.
 
“Eu não sou macaco!”, espetáculo solo da atriz Dedy Ricardo para teatro de rua, dirigido por Júlia Rodrigues.
 
“Um dia assassinaram minha memória”, dirigido por Decio Antunes e Carlota Albuquerque, para a Cia. Teatral JogoDeCena.
 
“Aprés moi, la deluge”, intervenções sonoras para leitura dramática do texto de Luisa Cunillé, dirigido por Márcio Meirelles (Salvador – BA), com a UTA-Usina do Trabalho do Ator (Porto Alegre – RS) para o Projeto de Internacionalização da Dramaturgia Espanhola, promovido pela  Acción Cultural Española - AC/E.
 
“Fábrica de Calcinha”, performance cênico-sonora desenvolvida com os artistas Marina Mendo e Rossendo Rodrigues, para o Festival de Artes Goethe-Institut Porto Alegre 50 anos, a partir da pesquisa Provocações Sonoras - a escuta como dispositivo de criação cênica, desenvolvida junto ao Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas da UFRGS.
 
Foi indicado ao Prêmio Açorianos 2011 de Melhor Trilha Sonora Original pelo trabalho realizado para espetáculo “Descrição de uma Imagem”.
 
Foi vencedor do Prêmio Açorianos 2014 de Melhor Trilha Sonora Original pelo trabalho realizado para o espetáculo “Um dia assassinaram minha memória”.
 
Oficinas e workshops:
Percussão corporal com Fernando Barba (Barbatuques –São Paulo), promovido pelo BatuKatu Núcleo de Estudos e Vivência em Música Corporal;
 
Percussão, com Naná Vasconcelos (Pernambuco) promovido pela Prefeitura Municipal de Porto Alegre;
 
Seminários “A estética da ausência” e “ Por um drama da percepção”, com Heiner Goebbels (Alemanha), promovido pela MITSP – Mostra Internacional de Teatro 2015 – São Paulo;
 
Workshop de Arte Sonora “Sculpture”, com David Toop (Inglaterra) e Rie Nakajima (Japão), dentro da programação do Ovo Festival Sonoro (2016), em Porto Alegre, RS.
<< Mais docentes
Nome