Maravilhosas narrativas: fantasia e realidade